Publicidades

25/06/2014 | 13:51 | Educação | Três de Maio

Curso da SETREM desenvolve projeto de vida e escolha profissional para jovens

Proposta de orientação nas escolas sobre as profissões auxilia o estudante do Ensino Médio a posicionar-se quanto a sua trajetória profissional futura

Foto: SETREM/Divulgação

A escolha da profissão é um processo evolutivo que, se realizada de forma consciente e planejada, interfere positivamente na qualidade de vida. A maioria dos jovens, entretanto, fazem escolhas profissionais conhecendo muito pouco sobre as atividades de trabalho, o que pode ser reflexo da ausência de uma preocupação sistemática da escola ou da família em ensinar os filhos ou alunos habilidades de tomada de decisão. É sob este contexto que o curso de Psicologia da SETREM está desenvolvendo um projeto que auxilia os jovens na motivação e no engajamento de uma atividade laboral, diminuindo a ocorrência de trocas entre experiências diversas.
O Projeto de Orientação Profissional Escolar está sendo realizado, sem custos, por estagiários do curso para os alunos do 3º ano do Ensino Médio, em Escolas da Região Noroeste do RS. O trabalho está sendo realizado no horário regular nas dependências das Escolas, conduzido em sete encontros semanais ou quinzenais através de técnicas de dinâmicas de grupo. O  objetivo é ajudar os jovens nessa importante opção que é a escolha profissional. O projeto  propicia informações sobre as profissões, busca desenvolver o autoconhecimento, permite uma reflexão da realidade que vive e auxilia efetivamente  o jovem a posicionar-se quanto ao caminho profissional que vai construir.
A Orientação Profissional está sendo desenvolvida por duplas de acadêmicas em cada escola e estende-se até setembro deste ano. Participam as acadêmicas Luthiane Pisoni Godoy e Bruna Janaina Schoier, Dilvana Juchem Marconatto e Rudiane Ângela Redel, Mariseia W. Becker e Thaís Rosana dos Reis, Rafael Eickhoff de Oliveira e Aline Marília de Lima. De acordo com a professora coordenadora e orientadora  do Projeto de Orientação Profissional nas Escolas, Janete Catarina Patzold, além de ter uma perspectiva preventiva, este trabalho no contexto escolar é uma intervenção de  promoção de saúde, pois minimiza sofrimentos e ansiedades resultantes dessa etapa da vida. “Pretendemos trabalhar, a partir das relações sociais dos alunos, a compreensão e transformação delas, além de capacitá-los a agir de modo a transformar a realidade que os cerca e superar os obstáculos que dela advêm”.
A coordenadora salienta que os objetivos dos encontros de Orientação Profissional são: propiciar o desenvolvimento da capacidade da pessoa de auto perceber-se, em um processo de autoconhecimento; ampliar o conhecimento do mundo do trabalho e das profissões; auxiliar os jovens a realizar reflexões sobre si e a analisarem as realidades do mundo do trabalho, com a finalidade de uma escolha com segurança; investigar as expectativas em relação ao projeto de vida de estudantes do Ensino Médio; sensibilizar os jovens para a escolha profissional e iniciar um processo de informação profissional; permitir aos jovens expressarem suas dúvidas, desejos e decepções em relação aos estudos, ao mercado de trabalho e ao futuro.
Janete afirma que em uma sociedade imediatista, na qual cada vez mais cedo os  jovens se inserem no mercado de trabalho, a escolha por uma profissão torna-se conflituosa. Para tanto, evidencia-se a importância de um Serviço de Orientação Profissional nas Escolas direcionado aos alunos que queiram fazer uma análise da escolha, a fim de proporcionar a estes reflexões sobre si e analisar as realidades do mundo do trabalho com a finalidade de uma escolha com segurança. Janete destaca temas que são trabalhados junto aos estudantes: conhecimento de si mesmo: gostos e interesses; a influência da família na escolha; como eu me vejo e como sou visto; Informação Profissional; Realidade Ocupacional; Realidade Social; A Escolha; Aplicação do Teste Profissional (AIP) Avaliação dos Interesses Profissionais.
As escolas participantes são: Escola Estadual Castelo Branco Escola Estadual Pacelli de Três de Maio, Escola Estadual Polivalente de Santa Rosa e Escola Estadual Albino Fantin de Horizontina.

Fonte: Assessoria de Comunicação SETREM

Mais notícias desta categoria

Publicidades